Confederação Brasileira de Canoagem demite todos os funcionários e suspende atividades

Com uma dívida de R$ 5,7 milhões executada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) demitiu todos os seus funcionários e suspendeu as atividades. A informação foi veiculada pelo site ge.globo. Um comunicado oficial deverá ser divulgado ainda nesta sexta-feira (17), além de uma entrevista coletiva.

A CBCa deverá ter suas contas bloqueadas nos próximos dias devido ao débito e a opção pelo fechamento seria para preservar parceiros, atletas e profissionais da canoagem brasileira.

A dívida da CBCa é relacionada ao não-recolhimento de ISS (Imposto Sobre Serviços) devido aos recursos entre a década de 1990 e início dos anos 2000, vinham da renda de bingos na capital paulista. Além disso, a entidade ainda é ré em outros 13 processos semelhantes.

O fechamento das portas da CBCa se dá pouco mais de um mês da conquista da medalha de ouro de Isaquias Queiroz no C1 2000m nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, e menos de duas semanas de Fernando Rufino também se tornar campeão da modalidade da categoria VL2 nos Jogos Paralímpicos. Porém, os custos da seleção brasileira de canoagem são praticamente bancados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). Para o time verde e amarelo seguir com seus trabalhos é preciso que a entidade olímpica assuma os custos.

Previous Article
Next Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Boletim Epidemiológico

Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Publicidade: